Fev 24
Sábado

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions

Banner

Calendário

Fevereiro 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 1 2 3

Usuários Online

Nós temos 302 visitantes online
19/01 – Fonasefe e Fonacate preparam reunião ampliada e organizam ações contra reforma da Previdência PDF Imprimir E-mail

Fóruns que reúnem o conjunto dos servidores federais também discutem campanha em defesa do serviço público

Nos dias 3 e 4 de fevereiro os dois fóruns que reúnem o conjunto de servidores federais no Brasil (Fonasefe e Fonacate) promovem uma reunião ampliada em Brasília. O objetivo é promover um debate sobre pontos comuns aos servidores que vão compor uma campanha em torno da defesa do serviço público no Brasil. Combate à reforma da Previdência, revogação da Emenda Constitucional (EC) 95/16, combate ao decreto que extingue mais de 60 mil cargos da administração pública, reforma Trabalhista, terceirização, índice de reajuste, reestruturação de carreiras, esses e outros temas serão abordados nesses dois dias.

A expectativa é de que 400 representantes de todas as categorias do serviço público federal participem da atividade que vai aprovar e definir eixos e estratégias de luta no atual cenário de ataques constantes ao serviço público. O debate vai incluir também negociação coletiva, Convenção 151 da OIT e o projeto (PLS 3831/15) vetado por Michel Temer e que voltará a ser analisado por parlamentares. CUT, CTB, CSP-Conlutas também participam dessa reunião ampliada.

Um dia antes, no dia 2 de fevereiro, Fonasefe e Fonacate voltam a se reunir. Além de discutir preparativos finais para a reunião ampliada, o objetivo é também é se preparar para o retorno dos parlamentares do recesso legislativo. A pressão direta nas bases eleitorais dos parlamentares tem sido importante e alguns já declararam publicamente que votarão contra a reforma da Previdência. A campanha “Parlamentar, votou sim, não volta” segue em todo Brasil. Com a previsão de votação do relatório no dia 5 de fevereiro, as atividades em Brasília devem se intensificar com atos nos aeroportos, distribuição de materiais de denúncia com ênfase nos políticos que votarem contra o direito à aposentadoria digna.

 

        

isp america   capacartilhami 880