13/12 – Deputado reage mal ao ser apontado como indeciso em voto sobre reforma da Previdência
Ago 21
Terça

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions

Banner

Calendário

Agosto 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
29 30 31 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1

Usuários Online

Nós temos 235 visitantes online
13/12 – Deputado reage mal ao ser apontado como indeciso em voto sobre reforma da Previdência PDF Imprimir E-mail

Descolado de um comportamento que se espera de um representante do povo, o deputado Alberto Fraga usou a tribuna do Congresso Nacional para tripudiar publicação do Sindsep-DF que o aponta como um dos deputados que ainda não declararam voto sobre a reforma da Previdência. Vale lembrar que Fraga é o mesmo deputado que apresentou recurso desfavorável a servidores para que o PL que regulamenta a negociação coletiva no setor público voltasse a tramitar na Câmara dos Deputados, mesmo depois de já ter sido aprovada em diversas comissões e estar prestes a ser encaminhado à sanção.

Atacar o sindicato e uma cobrança natural dos eleitores que querem saber de que lado o parlamentar irá se posicionar parece um ato desproporcional e que não combina com a Democracia. A Condsef/Fenadsef acredita que as reações de desconforto vindas dos parlamentares são positivas, pois mostram que nosso trabalho para defender o direito dos trabalhadores à aposentadoria digna está surtindo efeito.

É completamente legítimo do processo democrático que os trabalhadores e seus representantes cobrem daqueles que foram eleitos para representar a maioria da população uma postura de clareza. Discursos que tentam intimidar a pressão aos parlamentares não vão surtir efeito. O trabalho de pressão segue permanente e exigimos que os parlamentares mostrem de que lado estão; se da classe trabalhadora ou a serviço de interesses de segmentos privilegiados.

Todo apoio ao Sindsep-DF e a todas as nossas entidades filiadas que seguem fazendo trabalho de pressão em suas bases nos estados para cobrar apoio dos parlamentares nessa luta da maioria da população. Nosso radar segue ligado. Todo trabalhador e trabalhadora do Brasil acompanha o processo e já deu seu recado aos parlamentares. Se votar pelo fim do direito à aposentadoria não volta. #VotouSimNãoVolta #NãoReformaPrevidência

 

        

isp america   capacartilhami 880